Cotada para o Brasil, Opel prepara 8 novidades até 2020
16 de outubro de 2018 – 11:19 | Comentários desativados em Cotada para o Brasil, Opel prepara 8 novidades até 2020

Alemã prepara os sucessores do Corsa e do Mokka X e também na eletrificação da gama
Empresa que atua de uma forma muito transparente na hora de comunicar suas estratégias, algo raramente visto no setor, a …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » F1

Brundle se manifesta contra a volta da suspensão ativa

Submitted by on 25 de abril de 2014 – 11:58No Comment

03

O grupo de estratégia da Fórmula 1 pretende recolocar a suspensão ativa na F1, artifício usado na categoria até o fim da temporada de 1993, quando foi banido.

Contudo, a sua possibilidade de retorno já causa questionamentos a um ex-piloto e atual narrador da Sky Sports britânica, Martin Brundle. Para o cronista, se esta tecnologia retornar, ela não fará as corridas serem mais empolgantes para a torcida.

“Esse conceito e as rodas aro 18 (que também são cogitadas para 2017) significam que você começa do zero com sua suspensão e também a aerodinâmica, porque grande parte do curso de sua suspensão está nas laterais dos pneus com as rodas aro 13 atuais”, disse à Autosport

“Se você passar para aro 18, precisa de um curso bem maior em sua suspensão. É um sonho para os aerodinamicistas. Minha preocupação é que voltemos aos carros que parecem um autorama, pois ficam colados à pista”, comentou o ex-piloto, que vê a possibilidade de aumento de custos.

“É o melhor de tudo, o carro simplesmente voa por cima de tudo no ângulo perfeito. Não sei como você economizaria algum dinheiro, porque teria de começar do zero. Acredito que teria de reprojetar completamente seu carro, considerando essa grande vantagem”.

“Os carros poderiam andar mais perto uns dos outros porque teriam mais pressão aerodinâmica do assoalho do que das superfícies superiores. Porém, imagino que seria incrivelmente caro”, concluiu.

Fonte: Amigos da Velocidade

Comments are closed.