Toyota logo terá Corolla híbrido e Hilux híbrida no Brasil
13 de agosto de 2018 – 14:15 | Comentários desativados

O futuro da Toyota está inegavelmente associado aos carros híbridos. Além de desenvolver uma versão híbrida flex do Prius e apostar também na eletrificação para um Corolla esportivo, a Toyota confirmou que o mercado latino-americano …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado

Brasileiro se preocupa mais com custos do que a qualidade dos carros

Submitted by on 8 de agosto de 2013 – 10:52No Comment

01

A JD Power, consultoria especializada no mercado automotivo global, revelou nesta quarta-feira, durante o Congresso Fenabrave, em São Paulo os resultados da VOSS Brasil 2013 – Vehicle Ownership Satisfaction Study. A versão nacional do estudo, que avalia o nível de satisfação dos proprietários, mostrou que o brasileiro se preocupa muito mais com o custo de propriedade – que envolve desde a compra até serviços de manutenção e consumo de combustível – do que com a qualidade dos modelos. Os dados apontam ainda para um aspecto nada agradável para a indústria nacional: os carros fabricados no Brasil perdem apenas para os chineses na lista dos que mais apresentam defeitos.

O VOSS Brasil “ouviu” proprietários que compraram seus veículos entre 12 e 36 meses atrás. A pesquisa foi realizada de abril e junho deste ano através de painéis de consumidores voluntários via internet. Foram quatro critérios avaliados. A qualidade foi considerada a menos importante. Apenas 16% dos donos consideram este o principal fator em sua decisão de compra. Com 19% ficou o design e o desempenho dos modelos. Os serviços de pós-venda representam 23%. O custo de propriedade somou 42% dos votos.

Para Jon Sederston, diretor da JD Power Brasil, há uma disparidade entre critérios, teoricamente, correlatos, como a qualidade e o custo de propriedade. “Produtos de menor qualidade fatalmente resultam em maior custo para o proprietário, que vai acabar encontrando mais defeitos em seus carros a médio e longo prazo” , afirma Sederston.

A pouca preocupação do brasileiro com a qualidade dos veículos pode ser uma das causas de outro aspecto revelado pela pesquisa. Carros fabricados no Brasil apresentam mais defeitos que quaisquer outros, exceto chineses. “É algo curioso, porque os veículos têm menos conteúdo, o que significa menos coisas para falhar. E ainda assim estão entre os que apresentam o maior número de defeitos” , diz Jon Sederston. Os nacionais foram comparados com modelos fabricados no México, Coreia do Sul, Argentina e China, dentre os quais, o país norte-americano foi apontado como o que produz carros com menor incidência de problemas.

Fonte: Michael Figueredo / Auto Press / MotorDream
Foto: Michael Figueredo/CZN

Comments are closed.