Ural exibe moto conceito com motor elétrico
15 de novembro de 2018 – 13:13 | Comentários desativados em Ural exibe moto conceito com motor elétrico

Propulsor é fruto da parceria da fabricante de moto com sidecar e a Zero Motorcycles, que produz motocicletas elétricas
A Ural está mais ‘ousada’. Recentemente, a fabricante apresentou uma variante do tradicional modelo com um drone …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Indústria

BMW produzido no Brasil pode ser sedã inédito com tração dianteira

Submitted by on 27 de setembro de 2013 – 10:48No Comment

03

Com a fábrica brasileira da BMW confirmada, a especulação passou a girar em torno do modelo que será produzido por aqui. Porém, o carro-chefe da unidade catarinense pode não estar entre os apontados pelos “apostadores”. Trata-se de um sedã inédito de entrada, que se posicionaria na gama do Série 1 e tiraria do Série 3 o posto de três volumes mais acessível da marca. O objetivo é encarar o Audi A3 sedã, que será feito no Brasil, e o Mercedes-Benz CLA, que também pode ser fabricado em solo nacional. O carro terá tração dianteira e antecipará a próxima geração do hatch, que também será impulsionado pelas rodas da frente.

Chamado internamente pela BMW de NES, sigla em inglês para “novo sedã de entrada”, carro será produzido sobre a nova plataforma da marca, que estreia sob o novo Mini no próximo Salão de Los Angeles, em novembro deste ano. “O NES é parte integrante do nosso plano de crescimento e será um pilar importante na linha do Série 1 principalmente nos mercados em ascensão”, disse à Auto News uma fonte, identificada pela agência apenas como “privilegiada”.

O novo Série 1 sedã deve ser lançado apenas em 2017. Segundo a fonte do braço europeu da agência, o carro está atualmente na fase de planejamento estratégico, onde designers e engenheiros estabelecem as diretrizes preliminares para o modelo. Além do Brasil, o carro deve ser fabricado ainda na Alemanha e na China.

Fonte: Michael Figueredo / MotorDream
Foto: Divulgação

Comments are closed.