Nissan planeja ofensiva ‘verde’ com Leaf e produção de híbridos no Brasil
22 de agosto de 2018 – 15:44 | Comentários desativados

Enquanto prepara mais versões da Frontier, agora produzida na Argentina, e a nova geração do March para os próximos anos, a Nissan quer incluir o Brasil na onda dos veículos elétricos e híbridos, que consomem …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Curiosidades

BMW M3: picapes e outras versões que não vingaram

Submitted by on 28 de setembro de 2016 – 14:35No Comment

BMW-M3-conceitos-01

Como parte das comemorações dos 30 anos do esportivo M3, a BMW reuniu quatro estudos e versões conceituais desenvolvidas nesse período, alguns deles nunca revelados ao público. São duas picapes, uma perua Touring e um hatchback Compact.

Picape E30

O mais antigo é a picape da geração E30 de 1986, a primeira do M3. Um conversível (escolhido por seus reforços estruturais em relação ao cupê) foi recortado para abrir espaço à caçamba, em um processo que parece improvisado e incluiu um “santantônio” tubular atrás da cabine. O utilitário não se destinava a exposição pública, mas ao transporte de peças e ferramentas da divisão M da BMW. O motor original de 2,0 litros, do M3 vendido na Itália, deu lugar a um 2,3 de 200 cv mais tarde. A picape permaneceu em uso por 26 anos até 2012.

Compact E36

O M3 Compact, nunca oferecido ao mercado, deriva da geração seguinte (E36) e foi desenvolvido em 1996, quando o cupê esportivo usava motor de seis cilindros em linha, 3,2 litros e 321 cv. Com menor peso (1.300 kg), o hatch teria sido bastante rápido. O conceito tem bancos concha na frente e volante com camurça sintética. Potencial dificuldade seria a suspensão traseira, que no Compact era por braços semiarrastados, menos previsível no limite que a multibraço do cupê ou do sedã: o Z3 M ou M Roadster, lançado pouco depois com a suspensão do Compact, foi considerado um carro de comportamento arisco por esse fator.

Touring E46

Da série posterior, E46, vem a elegante perua M3 Touring de 2000. Irresistível aos “perueiros de plantão” com as belas rodas e os para-lamas alargados, recebeu o mesmo motor de 3,2 litros e 333 cv do cupê. Infelizmente não houve essa opção para nenhuma das gerações.

Picape E90

Enfim, outra picape M3 aparecia em 2011 com base na geração E90, dessa vez com outra finalidade: uma brincadeira de 1º de abril. E a BMW caprichou ao colocá-la até mesmo no circuito alemão de Nürburgring, onde foi “flagrada” por publicações e considerada um carro em testes para produção. Como na original de 1986, a plataforma usada foi a do conversível, agora com motor V8 de 4,0 litros e 420 cv. É bem o que chamaríamos de “encomenda urgente”.

TEXTO: Redação
FONTE: Best Cars

Comments are closed.