Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador
13 de setembro de 2019 – 14:45 | Comentários desativados em Conheça o BMW concept 4, o protótipo que antecipa o série 4 – só ele quer ter grade de radiador

Estande da BMW no Salão de Frankfurt dá spoilers sobre as novas gerações do Série 4, além de novidades para o nicho dos SUV-cupê e um novo carro elétrico.
Uma das atrações da BMW  no Salão …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Novidades

AUDI RS3: UM MONSTRO EM MINIATURA

Submitted by on 25 de abril de 2016 – 8:20No Comment

qr-680-audi-rs3-02

Esta é a terceira vez que avalio um RS 3. Minhas experiências anteriores foram em 2011 e 2012, ambas a bordo do hatch de segunda geração. E eis que coloco as mãos na última safra deste (super?) esportivo compacto. Só tenho um comentário a fazer: a espera de quatro anos compensou.

Ele estreia o motor de cinco cilindros mais potente na história da linhagem RS. Desenvolve 367 cv, 27 a mais que o modelo anterior. Não houve mudanças mecânicas, apenas ajustes no cabeçote, turbina e no tempo de abertura das válvulas para otimizar a eficiência termodinâmica.

O ganho de potência aliado a um regime – o alemão está 130 kg mais leve – favoreceu o consumo. Fizemos 8,7 e 13,7 km/l (ciclos urbano e rodoviário), ante 8 e 12 do RS 3 de 2011. Porém, na prova de 0 a 100 km/h e nas retomadas de marcha, o resultado foi praticamente idêntico.

Na parte externa, a Audi promoveu um realinhamento de estilo à nova linhagem da marca: uma faixa de led junto aos faróis dianteiros, e uma mini­asa estilizada na parte inferior do para-choque. Há cinco anos, estava na moda uma faixa vermelha circundando as rodas. Esse recurso datado e exagerado já à época, foi abandonado (ufa!). Mas preservou o tamanho – 19 polegadas – e optou por abandonar o uso de pneus de medidas diferentes em cada eixo. Agora é um 235/35 R 19 nas quatro rodas. Isso vale para o RS 3 vendido no Brasil, em versão única, por R$ 290.990. Na Alemanha, ainda é possível optar pelas medidas diferentes.

E o novo preço surpreende de forma positiva: é inferior ao de janeiro de 2012 (R$ 298.000). Aparentemente, não é uma pechincha, mas mude o ponto de vista. Veja só: os números de desempenho do RS 3 são comparáveis aos do TT e até do R8 (dono de um 5.2 V10 de 550 cv). Porém, custa três vezes menos que o superesportivo mais caro da Audi. Além disso, carrega cinco e oferece muito mais conforto no dia a dia.

Aliás, a melhor qualidade do RS 3 é ser um esportivo viável para uso diário. Tem porta-malas razoável (280 l), entre-eixos generoso (263,1 cm) e muito conforto interno. Os bancos são forrados com couro Napa e o multimídia tem som da Bang & Olufsen. Uma tela de LCD fica escondida quando não está em uso, no topo do painel (antes era fixa abaixo das saídas de ar), com controle de áudio no console – até então o local era ocupado pela alavanca do freio (agora o acionamento é por botão).

A sensação é de que o novo RS 3 é quase perfeito – o mesmo que senti em 2012. RS 3, nos vemos em 2020.

VEREDICTO
Feito para quem gosta de dirigir, oferece nível de ergonomia excepcional, com entrega incomum de potência. É uma máquina de contornar curvas.

Fonte: Quatro Rodas
Texto: Ulisses Cavalcante

Comments are closed.