A indústria automotiva reserva importantes lançamentos para o segundo semestre, como o VW Polo
18 de agosto de 2017 – 15:03 | Comentários desativados

Entre os principais lançamentos programados para os próximos meses estão o novo Volkswagen Polo, o sedã derivado do Fiat Argo, o Chevrolet Equinox e algumas reestilizações
Principalmente depois da divulgação do preço atraente, muitos consumidores aguardaram …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Mercado

Audi reserva grande plano de investimento para o Brasil, diz CEO

Submitted by on 11 de setembro de 2013 – 12:00No Comment

24

O sorriso no rosto de Jörg Hofmann para os jornalistas brasileiros entra na sala reservada do estande da Audi no Salão de Frankfurt para falar de um “grande plano de investimento” para o mercado brasileiro. O alemão acaba de assumir como o novo presidente e CEO da montadora no Brasil e já faz três meses que tem aulas de português. “Falarei fluentemente”, empenha-se o executivo, em primeira entrevista após anúncio do cargo.

Apesar de toda a simpatia, e de se arriscar no “oi”, ele mantém a postura da companhia em não revelar informações sobre a produção de carros da marca no Brasil. “Eu não falo sobre planos nenhum de produção”, diz, em inglês mesmo. Questionado pelo G1 sobre a afirmação de Ulrich Hackenberg, novo membro do Board for Technical Development da Audi, de que a produção do A3 nacional é certa, o novo presidente riu: “Ele disse? Bom”. “Só falarei quando tivermos um anúncio oficial. Estamos fazendo investigações a respeito, mas não podemos dizer nada ainda”, ressaltou.

Mesmo assim, “irredutível”, ele dá indícios de que a fábrica sairá ao adiantar que a meta é atingir a média de venda anual de 30 mil carros em 5 anos — neste ano, a Audi Brasil pretende entregar 7.000 modelos aos seus clientes, superando em aproximadamente 40% o número de vendas em relação ao ano passado.

Para elevar o volume, segundo Hofmann, será preciso lançar novos produtos e dobrar o número de concessionárias. Porém, o cálculo não é tão fácil assim, já que o aumento do dólar perante o real é um dos principais desafios da marca premium no país — outro sinal de fabricação local. Segundo o executivo, é preciso carros abaixo de R$ 80 mil para se ter o volume almejado.

O alemão também aponta como preocupação a necessidade de ajustes dentro da própria empresa, mas sem citar quais são as áreas. “Cheguei faz pouco tempo, mas já identifiquei algumas áreas que exigirão mudanças”, afirma.

Nanuk no salão

A Audi ganhou destaque no Salão de Frankfurt com a apresentação do show car Nanuk Quattro Concept, um carro de dois lugares com formas exageradas e angulares. O crossover conceito combina a dinâmica de um carro esportivo de alta performance com a versatilidade da tecnologia Quattro para ter desempenho superiro tanto na estrada quanto na pista de corrida e no off-road .

O principal atrativo é o motor V10 TDI, potente propulsor a diesel 5.0 biturbo que produz 544 cv de potência e oferece 1.000 Nm de torque a partir de apenas 1.500 rpm. A transmissão reforçada de sete velocidades S tronic, localizada atrás do motor, transfere o torque para um sistema de transmissão quattro especialmente projetado.

Outra inovação tecnológica do show car é a direção integral, que resolve o conflito clássico entre comportamento dinâmico e estabilidade. O sistema combina a direção dinâmica no eixo dianteiro que, entre outras funções, pode intervir nas curvas rápidas para maior estabilidade, com direção suplementar para as rodas traseiras. Atuadores separados ativam duas barras de direção.

Quando o motorista dirige em velocidades baixas a moderadas, as rodas traseiras viram até nove graus na direção oposta das rodas dianteiras. Isso encurta a distância entre-eixos virtualmente em cerca de 100 centímetros, reduzindo o raio de giro para aproximadamente 10 metros. A dirigibilidade torna-se mais ágil e o show car é bastante neutro em curvas.

Já em velocidades mais elevadas, o sistema vira as rodas traseiras em até 2,5 graus na mesma direção das rodas dianteiras. Isso amplia virtualmente a distância entre-eixos para cerca de 140 centímetros, para melhor estabilidade. Nas rodovias, o carro-conceito está firmemente colado à estrada, mesmo em curvas rápidas.

Fonte: Rodrigo Mora e Priscila Dal Poggetto / G1
Foto: Rodrigo Mora/G1

Comments are closed.