Confira as novidades apresentadas no Salão Duas Rodas
20 de novembro de 2017 – 13:49 | Comentários desativados

As principais empresas do setor de motos do Brasil apresentaram suas novidades para 2018 no Salão Duas Rodas, em São Paulo. Mesmo em um mercado que ainda sente os efeitos da crise econômica, foi possível …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Campeonatos, Curiosidades, F1

Após caos em Monza, Brawn cogita mudar punições do grid de largada

Submitted by on 4 de setembro de 2017 – 16:35No Comment

000_S29DK-1024x557

O Grande Prêmio da Itália realizado no último final de semana teve diversos fatores que chamaram a atenção. Além de Lewis Hamilton assumir a liderança do campeonato pela primeira vez em 2017 e da bela festa protagonizada pelos italianos nas arquibancadas, o alto número de punições no grid de largada impressionou.

Dos 20 pilotos que disputam o campeonato, nove deles sofreram punições e perderam posições em relação ao treino classificatório, alterando o grid de largada. Contudo, como o sistema prevê a perda de inúmeros postos – Fernando Alonso, por exemplo, perdeu 35 -, a medida gerou confusão e críticas dos fãs da Fórmula 1.

Quem também não ficou nada satisfeito com o resultado foi o chefe da categoria, Ross Brawn. O britânico admitiu que os fãs não gostam do atual sistema, e que pretende chegar a uma decisão juntamente com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

“É um aspecto dos regulamentos que precisa ser observado de perto, porque, se é certo a princípio, sua implementação definitivamente é difícil para os fãs engolirem. Temos algumas ideias sobre como mudar isso e precisamos discutir os detalhes com a FIA para ver como melhorar a situação”, declarou o ex-chefe de equipe da F1.

No GP da Itália, nove pilotos foram punidos. Foram eles: Max Verstappen, Daniel Ricciardo, Nico Hulkenberg, Fernando Alonso, Carlos Sainz e Jolyon Palmer. O único que saiu na colocação conquistada no treino classificatório foi Lewis Hamilton, recordista de pole positions da F1.

Texto: Redação

Fonte: Gazeta Esportiva

Rodão

Comments are closed.