Salão de Detroit 2019: as novidades que você precisa conhecer
18 de janeiro de 2019 Р12:48 | Comentários desativados em Salão de Detroit 2019: as novidades que você precisa conhecer

Evento re√ļne lan√ßamentos e conceitos que podem vir para o Brasil ou antecipam tend√™ncias do mercado automobil√≠stico.
Acontece, entre os dias 14 e 27 de janeiro, nos Estados Unidos, o Sal√£o de Detroit 2019. Entre conceitos …

Ler post completo »
Curiosidades

F1

Mercado

Motos

Novidades

Home » Dicas

10 dicas para pilotar sua moto melhor

Submitted by on 25 de novembro de 2014 – 10:45No Comment

10

Começar a andar de moto pede o mínimo de equilíbrio e algum controle dos comandos. Algo que é ensinado em moto-escolas, mas que pode (e deve) ser aprimorado com a prática. Ter uma moto adequada ao seu porte físico ajuda muito no início, além de saber dosar embreagem, acelerador e freios.

E sempre que voc√™ achar que est√° ‚Äúpilotando‚ÄĚ muito, de maneira mais r√°pida e arrojada, fica a sugest√£o: √© nessas horas que pode surgir uma fechada de um motorista, ou um simples erro que te leva direto para o ch√£o. Bom senso √© sempre recomend√°vel, independentemente da aptid√£o do motociclista. A seguir, conhe√ßa algumas dicas importantes para se dar em meio ao tr√Ęnsito:

1 РAndar de moto requer mais do que concentração
√Č necess√°rio estar bem fisicamente, ou, pelo menos, bem acordado. Evite pilotar muito cansado, sob efeito de rem√©dios ou at√© de ‚Äúressaca‚ÄĚ. Alguns medicamentos causam sono. E conhe√ßa bem seus limites: se pilota h√° pouco tempo, evite longas viagens com chuva ou √† noite, por exemplo.

2 РAreas urbanas exigem mais atenção
Tanto com pedestres, √†s vezes imprudentes ao atravessar a rua, como ao passar por ve√≠culos. Caminh√Ķes e √īnibus t√™m pontos cegos maiores, portanto voc√™ pode levar uma fechada porque sua moto n√£o foi vista. Tente antecipar situa√ß√Ķes de risco e aglomera√ß√Ķes de ve√≠culos, e saiba que boa parte dos acidentes ocorre pr√≥ximo √† sua pr√≥pria casa, por distra√ß√Ķes simples.

3 – Grande parte dos acidentes acontece em cruzamentos
Além de esperar o semáforo abrir, olhe para a via que fechou e certifique-se de que todos pararam. Quem está de carro normalmente tem apenas danos materiais com uma colisão, mas de moto se pode sofrer sérios traumas. Também preste atenção se for o primeiro a parar em semáforos ou pedágios: motoristas distraídos podem colidir com sua moto. Fique sempre de olho no retrovisor quando for parar.

4 – N√£o pense que capacete aberto protege
E não confie 100% em modelos basculantes. Capacete deve ser fechado, justo na cabeça, e sempre afivelado. O capacete dura três anos e, em caso de acidente, precisa ser trocado mesmo sem danos visíveis.

5 – Se estiver passeando em grupo, rode na sua tocada e respeite seus limites
N√£o √© porque algu√©m √† sua frente est√° indo bem nas curvas que voc√™ deve segui-lo. Mantenha sempre dist√Ęncia segura, de pelo menos dois segundos do ve√≠culo √† frente: ou seja, quanto maior a velocidade, maior a dist√Ęncia. Use seu campo de vis√£o n√£o apenas em curtas dist√Ęncias, mas tamb√©m l√° na frente, e em entradas ou retornos. Segundo o jornalista e instrutor de pilotagem Tite Sim√Ķes, da Abtrans, ‚Äúuse a forma√ß√£o que chamamos de pegada na areia, intercalando as motos como as marcas que deixamos quando caminhamos na praia‚ÄĚ.

6 – Ao cobrir dist√Ęncias mais longas, pare a cada duas horas
Aproveite para tomar um caf√©, alongar bra√ßos e pernas para ent√£o seguir viagem. Na hora do almo√ßo, d√™ prefer√™ncia para refei√ß√Ķes leves. Ao menor sinal de sono, pare para uma soneca. De acordo com Tite, ‚Äúo √ļnico rem√©dio para sono √© dormir. N√£o pense que n√£o d√° para dormir na moto, conhe√ßo casos de pessoas que at√© sonham!‚ÄĚ

7 РPosição correta é fundamental para ter controle
Respeite cada tipo de moto e sua ergonomia: o contato dos pés com as pedaleiras e das coxas com o tanque aumenta a capacidade de desvios rápidos, além de aumentar a segurança e controle em curvas. Nos contornos, a tendência é o corpo ir para o lado oposto à curva. Uma dica é inclinar a cabeça e o tronco junto com a moto, de maneira a ajudá-la a vencer a inércia.

8 – O freio dianteiro deve ser o principal
Na maioria das motos, freia-se 70% na dianteira e 30% atr√°s. O freio traseiro √© usado mais para equilibrar a frenagem. S√≥ em modelos custom e scooters se pode modular as paradas usando 50% de cada freio. Ainda de acordo com Tite Sim√Ķes, ‚Äúfrear motos exige muita experi√™ncia porque varia conforme a situa√ß√£o, tipo de moto e piso. Por isso os sistemas s√£o independentes, enquanto no carro os freios s√£o comandados por um pedal s√≥‚ÄĚ. Motos com o antitravamento ABS s√£o uma boa pedida, mas deve-se ficar atento √† atua√ß√£o do sistema em pisos irregulares, o que pode comprometer a correta frenagem. Pneus carecas devem ser descartados, pois n√£o garantem efici√™ncia. Como s√£o apenas dois, imagine a import√Ęncia deles em um sufoco, ou mesmo na chuva.

9 РConheça a sua moto e faça manutenção em dia
Itens como pneus, freios (e fluido) devem ser checados antes de sair. Use uma lista de checagem obedecendo a sigla P-CLOC: Pneus, Combust√≠vel, Luzes, √ďleo e Corrente.

10 – Informe-se!
A formação dos motociclistas é muito falha e nem sempre o novato busca se informar. E quando se interessa acaba caindo em fóruns de Internet com teorias equivocadas. O ideal é procurar empresas sérias e especializadas que possam complementar o curso básico da moto-escola. Hoje existem cursos de pilotagem em vários níveis que atendem as necessidades de qualquer motociclista, independentemente do nível de experiência e tipo de moto.

Fonte: Guilherme Silveira / Auto Esporte
Foto: Divulgação

Comments are closed.